Os cem anos da Bauhaus e o reflexo na moda - Jardin.

Inspirações

22 abril 2019

Deborah Morais

Deborah Morais é uma (futura) designer que adora escrever. Nesse espaço, vai falar sobre vários caminhos que levam à Moda: arquitetura, design, arte, cultura e o que mais inspirar!

Tags

Os cem anos da Bauhaus e o reflexo na moda

A Escola Bauhaus, instituição que fundou a arquitetura e o design como conhecemos hoje, completa 100 anos em 2019. Muito além de ensinar, a Bauhaus foi disruptiva ao propor um novo modo de pensar a junção de arte, arquitetura e indústria. E, claro, a moda absorveu a estética da escola fundada pelo arquiteto alemão Walter Gropius em vários momentos de sua história.

As linhas limpas, os volumes pontuais e as cores puras que protagonizam a elegância minimalista vieram da Bauhaus. Ainda que a moda só tenha entrado de vez no jogo da indústria nos anos 1960, antes e depois desta década a estética da escola, que foi fundamental para o modernismo, inspirou peças de vestuário icônicas.

Bauhaus

A coleção de inverno de 1965 de Yves Saint Laurent foi inspirado em Piet Modrian, pintor influenciado pela Bauhaus

O inverno de 1965 do estilista francês Yves Saint Laurent foi inspirado pela obra do pintor holandês Piet Mondrian, muito influenciado pela estética da escola alemã. Mondrian não colaborou diretamente com YSL na coleção, que tomou a liberdade de imprimir em cinco vestidos as cores primárias da obra do artista. A inspiração veio da vasta coleção de arte de Saint Laurent e seu parceiro de vida e negócios, Pierre Bergé.

Bauhaus

A estilista grega radicada em Londres, Mary Katrantzou, também homenageou a Bauhaus na sua última coleção

A grega Mary Katrantzou, designer das mais criativas da semana de moda de Londres, fez parte da sua formação em arquitetura e sempre traz elementos dela em suas coleções. Em fevereiro deste ano. sua coleção de inverno homenageou a Bauhaus de forma mais literal. As tipografias criadas pela escola foram trabalhadas nas estampas, forte da criadora. Os prints vieram em formas geométricas, junto às letras, e a silhueta também foi marcada por linhas bem definidas. Vida longa à Bauhaus e à sua estética moderna e atemporal.