Tramas fazem moda sem desperdício

O processo de fabricação de roupas ou de qualquer peça de design envolve o descarte de vários tipos de materiais. Numa época em que preservar o meio ambiente é prioridade absoluta, entrou em pauta na moda o método zero waste, ou seja, zero desperdício. Aplicado principalmente à modelagem, esse conceito foi levado para o design têxtil por Jungeun Lee, designer formada pelo Royal College of Art, em Londres. Lee utiliza fios sintéticos para criar peças de silhueta ampla, através de tramas que envolvem as formas do manequim, o que dispensa moldes em papel e as sobras da costura.

Tramas sintéticas unidas pelo calor fazem as criações da designer Jungeun Lee no método 'zero waste' - foto: studiokoya.com

Tramas sintéticas unidas pelo calor fazem as criações da designer Jungeun Lee no método ‘zero waste’

Os contornos das peças tem volumes pontuais, o que cria uma silhueta conceitual. Contudo, Lee procura balancear a presença delas com roupas mais usáveis. As cores usadas pela designer são pensadas de forma a valorizar a silhueta. Por isso, ela usa frequentemente o preto e o cinza, que destacam a tridimensionalidade das peças, e também o contraste de cores vibrantes e tons pastel. O efeito de transparência da sobreposição é um recurso para evidenciar o processo de construção das peças, que podem ser usadas juntas.

Vestido preto realizado por Jungeun Lee - via: ecouterre.com

Vestido preto realizado por Jungeun Lee 

A transparência das peças evidencia a construção delas, e torna possível que sejam usadas com outras roupas

A transparência das peças evidencia a construção delas, e torna possível que sejam usadas com outras roupas

Lee já realizou calças, vestidos, jaquetas e até sapatos com esse método e, mesmo que seja uma prática bastante experimental, ele pode ser aplicado na criação de outros produtos de design. Prova disso é que a designer tem como um dos principais projetos de seu Studio Koya a técnica de aplicação de calor das fibras em torno de uma forma, que ela batizou de ‘Nuue’, que significa ‘casulo’ em coreano. No Studio Koya, Lee também desenvolve projetos de design de produto, como a luminária Boneless, feita unicamente de peças de couro, sem estrutura interna de metal.

Fotos: Reprodução /Studio Koya, Pinterest e Ecouterre

Inspirações

11 June 2018

Deborah Morais

Deborah Morais é uma (futura) designer que adora escrever. Nesse espaço, vai falar sobre vários caminhos que levam à Moda: arquitetura, design, arte, cultura e o que mais inspirar!