(PT) Tecnologia na moda: tecidos funcionais!

A tecnologia na moda está cada vez mais presente, ainda que, muitas vezes, nós não sejamos necessariamente capazes de visualizá-la. A tecnologia que, de forma geral, pode ser vista e sentida na nossa casa, no trabalho, e nas mais diversas áreas e indústrias, está ganhando ainda mais espaço também naquilo que vestimos.

É possível encontrar na internet algumas criações feitas com impressoras 3D, que são puras obras de arte. Também encontramos peças que, não raro, são comissionadas por artistas para serem usadas em suas turnês e que são feitas ou com aplicações diretas de LED na roupa pronta, ou com aplicação de um fio condutor na fabricação do tecido, que é capaz de dar este efeito.

Além dessas criações que são mais conceituais, existem tecidos que foram desenvolvidos com propriedades que podem ser facilitadoras para a rotina de muitas pessoas e também melhorar a qualidade de vida do consumidor. Como essas tecnologias são ainda relativamente novas, e estão em constante pesquisa e desenvolvimento, nem todas ainda estão disponíveis para o público com um preço acessível, mas tem muita coisa bacana para ficar de olho!

Abaixo, alguns exemplos de propriedades que já podemos ver em alguns tecidos:

Dry Fit: capaz de manter o equilíbrio térmico, o tecido absorve o suor da parte interna e elimina-o, conservando o corpo seco. Essa tecnologia já é comumente usada por marcas que vendem roupas esportivas, como Adidas e Nike.

Antibacteriano: também muito usado por atletas, principalmente por nadadores, é um tecido que recebe um acabamento com prata, que faz com que ele ganhe esta propriedade.

Hidratação: esse tipo de tecido possui acabamento interno com Aloe Vera, que ajuda na formação de colágeno e elastina, contribuindo para a regeneração celular e hidratando a pele. Pode ser encontrado também em alguns hospitais, principalmente nas alas cirúrgicas.

Tecnologia de biocerâmica: o tecido tem a propriedade de filtragem dos raios infravermelhos, provocando um ligeiro aumento de temperatura no corpo. Entre a lista de benefícios, estão a melhora na circulação sanguínea e a eliminação de toxinas do organismo.

Proteção UV: ajuda a proteger a pele dos nocivos raios ultravioleta. Além de roupas, o tecido também é usado na confecção de viseiras, bonés e chapéus.

Guerra contra a celulite: entre algumas técnicas aplicadas neste caso, estão os tecidos com cristais bioativos, que estimulam o metabolismo, reduzindo aquele aspecto desagradável dos furinhos na pele.

Não molha, nem mancha: são peças altamente resistentes aos líquidos e às manchas à base de água e óleo, podendo ser repelentes ou facilitadoras na hora de lavar.

A tecnologia é uma coisa incrível e a moda com certeza pode tirar muito proveito dela ainda. Num futuro próximo, materiais com estas e outras diversas propriedades estarão mais presentes no nosso closet, do que hoje somos capazes de imaginar!