As “zonas cinzentas” da moda de Rei Kawakubo

No último dia 02.05, aconteceu o encontro mais importante do mundo da moda. O baile do Costume Institute do Metropolitan Museum de Nova York marca a abertura da exposição anual do setor de moda do museu. Estilistas, modelos, celebridades e figuras importantes do meio se reuniram para celebrar a importância imensurável da designer japonesa Rei Kawakubo

Nome à frente da disruptiva marca Comme des Garçons, a estilista se destacou na onda japonista que tomou conta da moda na década de 80. Ela se estabeleceu como um dos nomes fundamentais do meio por seu design vanguardista e que discute os padrões do mundo fashion.

Rei Kawakubo

O potencial criativo entre os opostos na moda é o que move a criação de Rei Kawakubo

A capacidade única de desafiar os conceitos de beleza, bom gosto e sobre o que pode ou não ser moda é o que transformou Kawakubo num ícone. Trabalhar por entre esses conceitos, nas “zzonas cinzentas” é justamente o que define o mote da exposição. “The Art of the In-Between” remete ao espaço entre fronteiras, o que a designer traduziu em formas, volumes e fortes imagens de moda.

Por isso, as 140 peças expostas nas galerias do Metropolitan são divididas em nove dualidades presentes no trabalho de Rei Kawakubo. Ausência/Prensença, Moda/Anti-moda, Design/Não-design, dentre outras duplas, são fio condutor da exposição. A designer sempre quebrou as paredes imaginárias entre os opostos. E, assim, expôs a arbitrariedade e artificialidade dos supostos dualismos.

Rei Kawakubo

Os volumes são um elemento constante na criação da japonesa

Para trazer à tona da melhor forma todas as nuances desse universo, a cenografia da exposição é um espetáculo a parte. As cabeças das manequins foram elaboradas pelo cabelereiro francês Julien d’Ys, requisitadíssimo nas semanas de alta-costura parisienses. A iluminação ficou por conta de Thierry Dreyfus, que já trabalhou com outros nomes incensados, como Raf Simons e Helmut Lang.

Para quem não poderá ir pessoalmente a Nova York de 4 de maio a 4 de setembro, o site do museu dá um panorama geral da exposição com vídeos e fotos. Também disponibilizado, um guia ilustrado em PDF conta detalhes das nove etapas na mostra, além de fotos exclusivas.

Fotos: Reprodução/ The Met e Instagram @commedesgarcons 

Inspirações

07 June 2018

Deborah Morais

Deborah Morais é uma (futura) designer que adora escrever. Nesse espaço, vai falar sobre vários caminhos que levam à Moda: arquitetura, design, arte, cultura e o que mais inspirar!

Tags

moda