DICOTOMIAS DA MODA: DOS EXCESSOS VINTAGE DE ALESSANDRO À ADOÇÃO DO ATHLEISURE

Ainda antes de Alessandro Michele assumir o comando da Gucci, revolucionar, abrir portas a uma nova era, e nos apurar o faro para peças statement com cara de vintage, já os entendidos e profetas da moda, tinham condenado o Normcore ao esquecimento.

Acho que não é preciso muito para entender que as vontades humanas são de ciclos, e atrás de cada apogeu, vem um declínio ditado pela exaustão, e necessidade de mudar de rumo… Porque o equilíbrio, esse, é difícil de atingir e manter: somos seres em constante evolução que procuram sempre além!

 

GUCCI OUTONO 2016

Fotos – Yannis Vlamos / Indigital.tv – via Vogue: http://bit.ly/1Um0qNY

Alessandro Michele jogou as suas cartas, arrebatou os corações de críticos e clientes, abriu portas para uma nova forma de fazer moda. Da plateia, assistiu-se e aplaudiu-se à renovação de Pucci, com boas vindas a Massimo Giorgetti, e muito se conjeturou sobre o futuro de outras marcas e a necessidade de renovar seu sangue e visão… As peças básicas ganharam brilho, os sapatos pedrarias, as bolsas mares de flores… as joias voltaram ao estatuto “poderosas”! Sentiu-se no ar um novo regresso ao “More is More”.

 

PUCCI PRIMAVERA E OUTONO 2016

Fotos – Monica Feudi / Indigitalimages.com – via Vogue: http://bit.ly/1TpaxxRhttp://bit.ly/1TpaLVH

 

Folie4

Fotos – via Vogue: 1) http://bit.ly/1U5waCU + 2) http://bit.ly/22imUl0 | via Elle: 3)  http://bit.ly/1WipOWP

 

Por curiosidade estranha, ou talvez não, as roupas de festa brasileiras entraram no sentido contrário, com as marcas tradicionais a procurar o ar casual, transado e descomprometido nas suas pedrarias barrocas e de couture. Só não é estranho, porque a base do movimento é a mesma: o ser humano que se cansa, um ciclo que atinge o limite, a procura pelo novo que se impõem!

Mas o verdadeiro contraponto ao “glamour over”, é o athleisure… que nada mais é do que trazer para as ruas cosmopolitas a roupa de academia. Editada, aprumada, estilizada, mas de academia! Tão confortável quanto, com base nos mesmos materiais e shapes. Uma tendência que passou genuinamente do dia a dia das pessoas para as passarelas e levou designers, marcas esportivas de luxo e de fast fashion a fazer novas apostas!

Folie3

Fotos – via Vogue: http://bit.ly/1Xo2lmq | Karim Sadli – via Vogue: http://bit.ly/25dWB4D

 

Portanto, atrás de cada apogeu vem um novo ciclo, às vezes dois… porque há sempre espaço para as vontades individuais, genuínas, e para as necessidades do dia a dia, que inconscientemente procuram novas correntes. Há espaço para tudo o que é autêntico, seja over, minimalista, clássico ou athleisure… Talvez essa, seja uma certa forma de equilíbrio, no caos frenético das novidades e do que vem a seguir. E a verdadeira curtição, é deixar sair à rua a corrente que há em cada um de nós!

 

Helena Branquinho

www.helenabranquinho.com

 

Tendências

11 January 2018

Helena Branquinho

Helena Branquinho​ ​é nossa colunista convidada. Uma portuguesa radicada em Belo Horizonte, que dividirá sua paixão - ​a ​moda - conosco, através de um olhar transatlântico e textos com delicioso sotaque português. Você pode conhece-la melhor em seu blog www.helenabranquinho.com e também no instagram. @helenabranquinho.